Valor do Seguro Desemprego 2019: entenda o cálculo

Saiba tudo sobre as novas do benefício.

Valor do Seguro Desemprego 2019: entenda o cálculo

Levando em consideração a variação do INPC, neste ano, o seguro desemprego terá um novo valor.

O valor do seguro desemprego sofreu reajuste em 2019. Portanto, se você vai receber o benefício nos próximos meses, contará com uma parcela máxima mais alta, graças ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Entenda como funciona o cálculo e saiba tudo a respeito desse direito do trabalhador brasileiro.

De acordo com o IBGE, há mais de 13 milhões de desempregados no Brasil, sendo que boa parte desse total está recebendo as parcelas do seguro desemprego. O benefício existe justamente com esse fim: garantir dinheiro ao trabalhador que foi demitido sem justa causa durante o período em que ele se encontra afastado do mercado de trabalho.

O pagamento do seguro desemprego é realizado de três a cinco parcelas, tudo depende do tempo que durou o vínculo empregatício. Ele garante segurança financeira ao trabalhador brasileiro, pelo menos por alguns meses, até que ele encontre outro emprego.

Reajuste no valor do seguro desemprego 2019

Em 2019, o valor do seguro desemprego foi reajustado em 3,43%, seguindo a variação do INPC. Com isso, a parcela mínima é de um salário mínimo (R$998) e a máxima é de R$1.735,29.

Em comparação com o teto de 2018, que era de R$ 1.677,74, houve um aumento de R$57,26.

Os novos valores entraram em vigor a partir do dia 11 de janeiro. Eles valem tanto para as parcelas liberadas a partir dessa data como para os novos pedidos de seguro desemprego.

Como o benefício é calculado?

Para chegar ao valor do seguro desemprego, é necessário somar os três últimos salários mínimos antes do desligamento da empresa e dividir o resultado por três. A média é a quantia que o trabalhador receberá por parcela.

Se o cálculo do seguro desemprego resultar numa média acima de R$2.551,96, o trabalhador recebe o teto do benefício, ou seja, parcelas no valor de R$1.735,29. Não importa se o último salário era de R$5 mil ou R$10 mil, as parcelas não excedem o piso máximo.

No caso de um colaborador que ganhava salário de até R$1.531,02, o seu seguro desemprego será de 80% da média dos últimos salários. Por outro lado, se o valor médio da remuneração fica entre R$1.531,03 e R$2.551,96, o benefício é calculado da seguinte forma: R$1.224,82 acrescido de 50% do que excede R$1.531,02.

Tabela do seguro desemprego e exemplos

Ficou difícil entender o cálculo do valor do seguro desemprego em 2019? Calma. Observe a tabela abaixo e os exemplos práticos.
  • Média de salário de até R$1.531,02: 80% dos três últimos salários;
  • Média de salário entre R$1.531,03 e R$2.551,96: 50% do que exceder R$1.531,03, mais R$1.224,82.
  • Média de salário acima de R$2.551,96: R$1.735,29

Exemplo 1: Sandra trabalhou como operadora de telemarketing recebendo R$1.200,00 por mês. Após a demissão, ela deu entrada no seguro desemprego. A parcela do benefício, então, será de R$960,00.

Exemplo 2: Luciana trabalhava como psicóloga em uma empresa de recursos humanos. Nos últimos três meses de contrato de trabalho, ela recebeu salário de R$2.400,00. Isso significa que a parcela do seu seguro desemprego, em 2019, será de R$434,48 + R$1.224,82, que é igual a R$1.659,30. Para chegar ao valor de R$434,48, calculou-se 50% de R$868,97 (R$2.400 – R$1.531,03).

Exemplo 3: Bernardo trabalhava como engenheiro civil em uma grande construtora, com salário de R$7.000,00 nos últimos três meses. Ele foi demitido e precisou solicitar o seguro desemprego. O valor de cada parcela será o teto, ou seja, R$1.735,29.

Número de parcelas

Com as novas leis que entraram em vigência de 2015, para que o trabalhador receba o benefício em sua primeira solicitação é necessário comprovar no mínimo 12 meses de vínculo com a empresa.

Primeira solicitação

Em relação ao número de parcelas, é exigido na primeira solicitação o total de 24 meses trabalhados para receber 5 parcelas. Agora, para ter direito a 4 parcelas, na primeira solicitação, deverá ser comprovado 12 meses trabalhados.
Segunda solicitação

No que se refere à segunda solicitação, com 9 meses trabalhados o trabalhador desempregado tem direito a receber 3 meses desse benefício. Com 12 meses, comprovando vínculo empregatício, é totalizado 4 parcelas. Agora, para 24 meses trabalhados assim como na primeira solicitação o desempregado terá direito a 5 meses de seguro desemprego.

Terceira solicitação

Se o trabalhador tiver em sua terceira solicitação de seguro desemprego, para receber 3 parcelas, o mesmo deverá comprovar 6 meses de vínculo com a empresa. O valor dividido em 4 parcelas será destinado aos comprovarem 12 meses. E para 5 parcelas ainda será cobrado 24 meses trabalhados.

Ainda tem dúvidas sobre como fazer o cálculo? Então conte com um simulador de seguro desemprego. Esse sistema considera os valores dos últimos três salários, o tipo de benefício, a quantidade de meses trabalhados e se o trabalhador recebeu o benefício anteriormente.

A simulação apresenta o valor total do benefício, o valor por parcela e o número de parcelas que precisam ser pagas.

Como dar entrada no seguro desemprego em 2019?

O Ministério do Trabalho simplificou a tarefa de solicitar seguro desemprego, graças à criação do Portal Emprega Brasil. Dessa forma, o pedido do benefício pode ser efetuado pela internet, sem a necessidade de comparecer pessoalmente a uma agência do MTE.

Ao utilizar o serviço online, o trabalhador só precisa confirmar os dados do requerimento, atualizar as informações pessoais, preencher dados sobre formação acadêmica, indicar as experiências profissionais e os objetivos. O sistema também oferece condições para pesquisar oportunidades de trabalho e cursos de qualificação.

Para entender melhor como funciona o requerimento, assista ao vídeo abaixo:


Prazos para dar entrada no seguro desemprego

No caso do trabalhador formal, o benefício deve ser solicitado entre o 7º e o 120º dia após a demissão. No caso do trabalhador doméstico, são aceitas solicitações enviadas entre o 7º ao 90º dia depois da dispensa.

Consulta ao seguro desemprego

Uma das formas mais fáceis de consultar o benefício é pelo aplicativo Caixa Trabalhador, disponível para iOS e Android. O app, desenvolvido pela Caixa Econômica Federal, permite verificar os principais direitos trabalhistas, como PIS, abono salarial e o seguro desemprego.

Com apenas alguns toques na tela do celular, o usuário consegue consultar os calendários de pagamento e tira todas as dúvidas.

Seguro desemprego no Governo de Bolsonaro

Paulo Guedes, ministro da economia do governo de Jair Bolsonaro, quer criar um sistema intitulado de carteira verde e amarela. Com ele, a empregabilidade no Brasil tende a aumentar, só que a quantidade de direitos trabalhistas será reduzida. O seguro-desemprego, por exemplo, será eliminado nesse regime de direitos flexíveis.

Conseguiu entender como o valor do seguro desemprego 2019 é calculado? Restou alguma dúvida? Deixe um comentário.

COMENTÁRIOS

Nome

Abono Salarial,2,Agenda,2,Altinópolis,1,Américo Brasiliense,108,Araçatuba,3,Araraquara,3004,Araras,1,Barretos,1,Batatais,1,Bauru,12,Bebedouro,2,Boa Esperança do Sul,4,Borborema,1,Brasil,16,Brotas,3,Bueno de Andrada,2,Cajuru,1,Campinas,16,Carreira,83,Caxias do Sul,1,Concurso Público,78,Concursos,13,Cotidiano,1,Cravinhos,1,Cubatão,1,Cultura,4,Curiosidades,14,Currículo,14,Cursos,143,Cursos Técnicos,7,Datas Comemorativas,34,Descalvado,1,Dicas,167,Direito Trabalhista,96,Dobrada,1,Economia,75,Educação,11,Eleições,1,Encceja,9,Enem,14,Estágios,174,Franca,3,Freelance,30,Fuvest,2,Gavião Peixoto,3,Greve,2,Guaíra,1,Guará,1,Guararapes,1,Guia das Profissões,1,Ibaté,15,Ibitinga,1,Indaiatuba,2,Ipuã,1,Itápolis,2,Jaborandi,1,Jaboticabal,5,Jacupiranga,1,Jaguariúna,1,Jovem Aprendiz,47,Limeira,2,Livros,2,Livros Grátis,1,Matão,76,Monte Alto,1,Monte Azul Paulista,1,Motuca,2,Mundo,2,Notícias,483,Nova Europa,3,Palestras,2,Passo Fundo,1,Pequenos Negócios,12,Pet Animais,1,Piracicaba,11,Piraju,1,Pradópolis,1,Presidente Prudente,3,Processos Seletivos,35,Programas Sociais,2,Ribeirão Bonito,5,Ribeirão Preto,68,Rincão,4,Rio Claro,6,Santa Ernestina,1,Santa Lúcia,1,Santo Antônio de Posse,1,Santos,3,São Carlos,159,São João da Boa Vista,1,São José do Rio Pardo,1,São José do Rio Preto,4,São José dos Campos,3,São Leopoldo,1,São Paulo/SP,27,Saúde,3,Senac,12,Senai,4,Sertãozinho,2,Seu Dinheiro,6,Sorocaba,4,Tabupuã,1,Taquaritinga,3,Trainee,9,Utilidade pública,2,Vagas de Emprego,2994,Vagas PCD,25,Vestibular,3,Vídeo,5,
ltr
item
Empregos Araraquara: Valor do Seguro Desemprego 2019: entenda o cálculo
Valor do Seguro Desemprego 2019: entenda o cálculo
Saiba tudo sobre as novas do benefício.
https://1.bp.blogspot.com/-dtRyP5V9JZs/XGViDztgReI/AAAAAAAAo34/LUv2LDzilioHeEGsqWTXEsNvLCpl2R7VgCLcBGAs/s1600/Capa.png
https://1.bp.blogspot.com/-dtRyP5V9JZs/XGViDztgReI/AAAAAAAAo34/LUv2LDzilioHeEGsqWTXEsNvLCpl2R7VgCLcBGAs/s72-c/Capa.png
Empregos Araraquara
https://www.empregosararaquara.com.br/2019/02/valor-do-seguro-desemprego-2019-entenda.html
https://www.empregosararaquara.com.br/
https://www.empregosararaquara.com.br/
https://www.empregosararaquara.com.br/2019/02/valor-do-seguro-desemprego-2019-entenda.html
true
2665611394616304272
UTF-8
Carregou todos os posts Não encontrei nenhum post VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Excluir Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver tudo RECOMENDADO PARA VOCÊ RÓTULO ARQUIVO PROCURAR TODAS AS PUBLICAÇÕES Não encontrou nenhum resultado após o seu pedido Voltar para início Domingo Segunda-feira Terça Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para desbloquear Copie todo o código Selecione todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar